DIETA VEGETARIANA E DIABETES - Veg Nutrition

DIETA VEGETARIANA E DIABETES

Diabetes tipo 2 é uma doença que, apesar de poder ser influenciada por fatores genéticos, é desencadeada essencialmente por hábitos de vida. A alimentação e a prática de exercícios são os principais aspectos protetores para essa doença. Por muito tempo acreditou-se que o consumo diário de carnes poderia estar relacionado à manutenção de uma saúde adequada, entretanto os estudos mais recentes vêm desmistificando esse conceito e apresentando uma relação positiva entre uma dieta vegetariana e o menor risco de desenvolver diabetes.

Diabetes tipo 2 é uma doença crônica caracterizada pela resistência à insulina, a qual pode ser desencadeada pelo aumento excessivo de gordura corporal, que interfere na sensibilidade das células adiposas à insulina. Além disso, o aumento de inflamação sistêmica é responsável por alterar a sinalização celular de insulina, levando progressivamente ao surgimento e agravamento do quadro de resistência a insulina. Dessa forma o açúcar disponível no sangue não consegue adentrar a célula e ser armazenado, ficando livre na corrente sanguínea. Esse quadro, por sua vez, piora a inflamação sistêmica, alimentando o ciclo que, com o passar do tempo, leva ao desenvolvimento do diabetes.

O consumo de carnes vermelhas e processadas já se mostrou um fator de risco para o aumento de peso, doenças cardiovasculares, infartos, diabetes e mortalidade em geral. Isso se dá devido à sua composição e metabolização, por gerar alterações na microbiota intestinal e  favorecer a produção de compostos pró-inflamatórios, contribuindo para a progressão das doenças crônicas.

Uma dieta vegetariana balanceada tem um efeito oposto, visto que essa normalmente inclui mais fibras e compostos antioxidantes, considerados fatores de proteção. Estudos recentes mostraram que uma dieta vegetariana está relacionada com a redução dos níveis de glicemia, de colesterol total, pressão arterial e com o controle de ganho de peso, diminuindo o desenvolvimento de doenças crônicas, como a diabetes, e a mortalidade geral. Resumindo, torna o organismo menos suscetível a um quadro de inflamação sistêmica e colabora com o funcionamento adequado dos tecidos, reduzindo o ganho de peso e consequentemente a resistência à insulina.

 

 

[1]       E. Viguiliouk et al., “Effect of vegetarian dietary patterns on cardiometabolic risk factors in diabetes: A systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials,” Clin. Nutr., vol. 38, no. 3, pp. 1133–1145, 2019.

[2] Knowler WC, Barrett-Connor E, Fowler SE, Hamman RF, Lachin JM, Walker EA, et al. Reduction in the incidence of type 2 diabetes with lifestyle intervention or metformin. N Engl J Med 2002;346(6):393e403.

[3] Tonstad S, Stewart K, Oda K, Batech M, Herring RP, Fraser GE. Vegetarian diets and incidence of diabetes in the adventist health study-2. Nutr Metabol Car- diovasc Dis 2013;23(4):292e9

[4] Chiu THT, Pan WH, Lin MN, Lin CL. Vegetarian diet, change in dietary patterns, and diabetes risk: a prospective study. Nutr Diabetes 2018;8(1):12

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *